Amazonas pede Socorro

O sufocamento da saúde: o Amazonas pede socorro!

O que eu vivi hoje, nem nos meus piores pesadelos pensei que poderia acontecer”, “isso é algo que vai deixar uma cicatriz eterna nos nossos corações”… São relatos de profissionais da saúde que, neste momento, passam por momentos trágicos na capital do Amazonas, Manaus, e em alguns municípios do estado. Durante a última quinta-feira, o estoque de oxigênio de diversas instituições de saúde chegou ao fim, o que provocou a morte por asfixia de inúmeros pacientes de Covid-19, tudo isso diante dos olhos das equipes de saúde que tiveram de escolher quem deveria viver.

A situação é uma consequência de uma atuação desastrosa das autoridades públicas que, mesmo diante das evidências que prenunciavam o desabastecimento, não foram capazes de agir a tempo de poupar essas vidas. É necessário que União, estado e município unam forças para reestabelecer o fornecimento de oxigênio e de insumos vitais, além de viabilizar meios para assegurar a manutenção da vida dos pacientes que estão internados.

O aumento da demanda por assistência médica também é reflexo do afrouxamento das medidas de distanciamento social e de cuidados que foram esquecidos por muitos nas festas de final de ano.

Neste momento, temos profissionais da Radiologia e de diversas outras áreas exaustos, fisicamente e emocionalmente, lutando contra uma doença devastadora que já perdura por quase um ano. Perdemos colegas e vivemos sob o constante medo de contaminar aqueles que amamos, tudo isso para honrar com a nossa profissão. Somos testemunhas vivas da maior tragédia deste século e exigimos respeito das autoridades e da população.

Nunca se precisou tanto colocar em prática a empatia; nunca tivemos tanta urgência de promover a capacidade de se colocar no lugar do outro. Se você está saudável, seja grato e pense na dor daqueles que perderam pessoas queridas e se coloque no lugar de homens e mulheres que se arriscam para cumprir com a missão de salvar vidas.

Você, enquanto cidadão, também é responsável pela saúde das pessoas do seu convívio social. Siga as recomendações das autoridades sanitárias, acredite na ciência e exerça a empatia em suas atitudes.

Aos colegas amazonenses a nossa gratidão por, mesmo diante das maiores dificuldades, permanecerem batalhando. Sem o seu trabalho, a situação seria ainda pior. Aos familiares daqueles que perderam a vida, a solidariedade de toda a comunidade radiológica brasileira.

_Instagram:_ https://bit.ly/38PiFtb

_Facebook:_ https://bit.ly/3qpmyuJ